Tutorial: Enfeites para árvore de Natal

Prontos para ligar as luzinhas da árvore de Natal? Esse é um momento sempre mágico que a garotada simplesmente ama! E hoje vamos compartilhar um passo a passo para deixar a sua árvore ainda mais linda.

Com alguns raminhos de pinheiro e paus de canela, você pode fazer pendentes encantadores para deixar ela ainda mais colorida e com um cheirinho de canela que é, hum… uma delícia!

Materiais: 

  • Paus de canela
  • Ramos de pinheiro artificial
  • Corda ou barbante
  • Botões coloridos
  • Cola quente

20Primeiro, é preciso cortar os ramos de pinheiro em tamanhos diferenciados. Meça-os de forma que, conjugados um acima do outro, formem o desenho de uma pirâmide. Os raminhos da base devem ser maiores e os do topo, menores. Feito isso, agrupe os ramos de tamanhos iguais em grupo, para não haver confusão.

21

Usando a cola quente, fixe os ramos no pau de canela formando o desenho de uma mini árvore. Depois, espere secar. Faça um nó na cordinha e pregue na parte superior do pau de canela para fazer um pendente.

22

Agora é só decorar! Neste tutorial, a escolha foi colorir as mini árvores com botões coloridos, mas você pode usar outros aviamentos, se quiser. Lantejoulas, pompons, glitter… Vale o que a criatividade mandar!

23

Prontinho! Agora é só esperar secar um pouco e pedir para a garotada pendurar na árvore de Natal.

Deixar um comentário

Viajando de avião com a criançada

Pensando em fazer uma viagem de férias com a criançada? Ueba! É hora de planejar os passeios supimpas, fazer as malas e colocar cada detalhe no papel para evitar qualquer estresse.

Se é a primeira viajem de avião em família, a mamãe pode estar se sentindo um pouco insegura sobre alguns cuidados necessários. Por isso, estamos aqui para dar algumas dicas para não ser pega de surpresa em nenhum momento.

2

Documentação: para viagens nacionais, é necessário levar apenas a certidão de nascimento ou documento de identificação (RG) para crianças de 0 a 11 anos. Para viagens internacionais, além dos documentos citados, deve-se levar o passaporte válido e o visto (se necessário).

Bolsa à parte: Além da mala que é despachada, será necessário preparar uma bagagem à parte com alguns itens que poderão fazer falta no trajeto. É bom levar um conjuntinho de roupa a mais e um casaco ou mantinha, mesmo que esteja calor, pois a temperatura do avião pode abaixar devido ao ar condicionado.

Lenços umedecidos são obrigatórios na malinha dos bebês, mas também podem ser bastante úteis para os maiorzinhos, para limpar a boca ou as mãozinhas meladas de comida. Leve também duas fraldas, uma toalha ou trocador portátil (aqueles acolchoados) para trocar o bebê no próprio assento, caso prefira evitar o banheiro apertado do avião.

Alimentação: Procure oferecer alimentos bem leves para a criança nos momentos anteriores à viagem, para evitar que ela sinta enjôo durante o trajeto. Normalmente, as companhias aéreas servem algum lanchinho especial para os pequenos quando a viagem é mais longa. Porém, é sempre bom garantir e levar algum snack para o caso de a fome bater na porta.

Na hora de preparar a mamadeira, é bom colocar a quantidade de fórmula necessária para completar com a água depois. Os comissários de bordo normalmente se disponibilizam para aquecer a mamadeira, mas procure não solicitar este serviço durante o horário de refeição dos demais passageiros. 

Criança tranquila: O tédio das viagens pode deixar a criançada um pouco inquieta. Por isso, sempre bom levar algum brinquedo, livro para desenhar ou equipamentos eletrônicos para entretê-las. Presentinhos inéditos sempre são bem-vindos, pois quando a criança ganha algo novo, tende a ficar bastante empolgada. Você também pode tentar alguma brincadeira, como “o que é o que é” ou tentar adivinhar formas nas nuvens, desde que elas não atrapalhem os demais passageiros.

No caso dos bebês, é sempre bom optar por um horário de voo que coincida com o sono da criança. Para quem já é acostumada, é bom levar “slings” para acomodar o bebê juntinho ao seu corpo dispensando o uso dos braços, para não cansá-los. Lembrando que, se seu filho tiver menos de 2 anos e for no seu colo, geralmente ele não paga a passagem.

1

Dor no ouvido: para amenizar a costumeira dor que a gente sente quando o avião decola e pousa, ofereça o peito, a mamadeira ou algo para a criança chupar, pois o movimento de sucção ajuda a diminuir a pressão no ouvido.

Tudo pronto? Depois dessas dicas, já podemos dar asas a essa aventura!

Deixar um comentário

Elian Beats: Tropical 2017

Os ventos do tropicalismo sopram uma coleção contemporânea e cheia de personalidade, traduzindo o estilo vibrante que a galera adora vestir. O universo urbano, com referências do litoral californiano para os rapazes, e as surpresas do vintage moderno para as garotas, compõem a mistura perfeita para celebrar os agitos da temporada.

3

A blusa super trend com decote ciganinha rouba a cena na linha feminina, surgindo com babados e estampas que são pura delicadeza. Sem falar no vestido com estampa rotativa e recortes vazados nos ombros, que já caiu no gosto de todo mundo. Nas estampas, os pets que as meninas mais amam invadem os looks, com uma pegada fofa e super divertida!

4

Para os meninos, irão rolar muitas aventuras sobre as pranchas de surf e skate. A vibe de curtição das cidades de Malibu e Santa Mônica, berço dos esportes que os meninos mais amam, invadem as estampas nas camisetas e regatas. Recortes geométricos, desenhos sublimados e letters garantem a pegada radical dos looks desta temporada.

5

A galera já está preparada para curtir? Não deixe de conferir o que preparamos para a coleção Tropical 2017 em nosso lookbook. Para acessá-lo, é só clicar aqui.

Deixar um comentário

Receita prática: mini bolinhos de churros

Quem resiste ao cheirinho delicioso de churros? Esse clássico da infância continua fazendo o maior sucesso e hoje vamos compartilhar uma receitinha deliciosa e fácil de preparar: mini bolinhos de churros! Ela pode ser aquela surpresa gostosa no meio da tarde, uma sobremesa ou uma ideia super original para servir em festinhas de aniversário. Sucesso absoluto entre os pequenos e grandões!

11

Ingredientes:

  • 1 ovo;
  • 160g de farinha de trigo;
  • 120ml de leite;
  • 80g de manteiga;
  • 150g de açúcar;
  • 1 colher  de chá de essência de baunilha;
  • 2 colheres de chá de canela em pó;
  • 1 colher de café de fermento em pó;
  • Manteiga e farinha de trigo para untar e enfarinhar as forminhas.

Modo de fazer:

  1. Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte uma forma própria para assar mini bolinhos (ou cupcakes) com manteiga e enfarinhe.
  2. Misture bem todos os ingredientes da massa numa vasilha e mexa com as mãos (não precisa de batedeira). Depois, despeje a massa nas cavidades da forma até preencher 3/4 do seu espaço.
  3. Leve para assar por aproximadamente 15-20 minutos.
  4. Retire do forno, espere esfriar um pouco, desenforme e deixe esfriar.

Para finalizar é só polvilhar a canela e o açúcar sobre os bolinhos e caprichar no doce de leite! Vale fazer com cobertura de chocolate ou ganache também!

12

Deixar um comentário

O que fazer quando o filho repete de ano?

Depois de vários puxões de orelha nas reuniões de pais e dos boletins cheios de notas vermelhas vem a notícia: seu filho repetiu de ano. E agora, o que fazer? É hora de mudar de escola? É preciso colocar de castigo? Sou uma péssima mãe? Calma, mamãe, você pode tirar bom proveito desta situação.

14

Quando o filho repete de ano, fica a sensação de que os adultos também foram “reprovados” como pais na hora de conduzir a educação do filho. A vergonha diante dos amigos e da família não é sentida apenas pela criança, mas pelos pais também. Porém, colocar o pequeno de castigo, obrigando-o a estudar durante o período das férias, acusá-lo ou envergonhá-lo ainda mais não é o que o aluno precisa neste momento. Ao mesmo tempo, não é possível dizer que está tudo bem e aliviar essa má notícia. Pois acima das notas e do ano perdido, essa é uma ótima oportunidade para ensinar à criança que ela é a principal responsável pelo seu bom desenvolvimento.

O ideal é tirar um tempo com a criança para avaliar quais foram os fatores que levaram a esse resultado, identificar as dificuldades e oferecer apoio para que elas sejam vencidas no próximo ano. As causas são variadas: pode ser que a criança possua algum distúrbio na linguagem, problemas afetivos, ansiedade, transtorno de déficit de atenção (TDAH) ou problemas de comportamento.

13

Para contornar a problema no ano seguinte, uma boa atitude é manter um contato próximo com a equipe pedagógica da escola, monitorando o estudo e o comprometimento do filho durante as aulas. Se houver algum outro problema mais específico, como problemas na linguagem, dificuldade de leitura ou questões emocionais, é bom procurar profissionais especializados, como fonoaudiólogos e terapeutas.

Sobre a mudança de escola, o mais indicado é não fugir dos desafios e enfrentar os medos. Porém, se a escola apresenta problemas estruturais que prejudicarão a recuperação da criança, ou possuir uma direção cujos valores não estejam alinhados com o que o papai e a mamãe defendem, a mudança pode ser bem-vinda. Não para proteger o filho do seu sofrimento, pois ele fará parte do seu processo de amadurecimento, mas para viabilizar a sua aprendizagem.

Em todos os casos, a criança precisa ser acolhida, respeitada e amada, pois ela terá um ano novo pela frente repleto de desafios e os pais são os campeões em dar todo o suporte que ela precisa.

Deixar um comentário