Dicas

Cabelo Infantil: os principais cuidados

Qual mãe não tem dúvidas sobre com qual periodicidade se deve cortar, quantas vezes se deve lavar e, ainda por cima, qual produto é o mais indicado para usar no cabelo dos pequenos?

corteO primeiro corte

Não há uma fase certa para a criança fazer sua estreia no cabeleireiro. O motivo é simples: alguns bebês nascem tão cabeludos que, quando completam um mês, já precisam “urgentemente” aparar a cabeleira. Outros, por sua vez, não cultivam mais que uma dúzia de fios tímidos e demoram a precisar do primeiro corte.

 O drama de ir ao cabeleireiro

Quando as crianças estão mais crescidas, começa o drama. Não force a barra: faça da ida ao cabeleireiro uma rotina divertida! Ele está assustado? Brincar um pouco com o cabeleireiro, algumas conversas engraçadas, sem forçar a situação, e ver a mamãe e o papai felizes enquanto cortam o cabelo podem ajudar bastante.

dica-do-ped1

Produtos mais indicados para lavar o cabelo deles

Os pequenos costumam não ter oleosidade em excesso ou problemas no couro cabeludo. Por essa razão, os cuidados com cabelos de bebês até dois anos são simples e um shampoo neutro para bebês dará conta do recado.

A partir dos dois anos, pode-se acrescentar à rotina o condicionador ou creme para pentear próprio para o cabelo infantil. Servem os que possuam composição mais suave, sejam anti-alérgicos e tenham o PH equilibrado.

Produtos infantis podem ser usados até os 12 anos. Após essa idade, os pequenos começam a suar mais e precisam de produtos mais poderosos.

A frequência de lavar

O cabelo pode ser lavado todo dia, principalmente se o couro cabeludo ficar suado. Mas isso não é regra, uma vez que o cabelo deles não costuma ter oleosidade.

Secador e chapinha

Atenção ao ressecamento: não é aconselhável usar secador e chapinha no dia a dia, pois o cabelo infantil é mais sensível que o adulto. Por isso, lave o cabelo dos pequenos de manhã ou à tarde, e deixe secar naturalmente! ;)

 

 

 

 

Deixar um comentário

Receita: Pães de Ursinho

Fofos e gostosos, os pãezinhos de urso vão fazer a alegria para o lanche dos pequenos.

blog_1

 Ingredientes:

  •  300 g de farinha de trigo
  • 2 colheres de chá (cerca de 5 g) de fermento biológico (seco instantâneo)
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de sal
  • 40 g de manteiga sem sal, temperatura ambiente
  • 1 ovo
  • 175 ml de leite integral

Preparando…

  • Peneire a farinha. Aqueça o leite até ferver e deixe esfriar. Derreta a manteiga e deixe esfriar.
  • Coloque a farinha, o fermento, o açúcar e o sal em uma tigela e misture.
  • Acrescente o ovo, o leite e mecha.
  • Quando estiver bem misturado, tire a massa da tigela e amasse. Você vai senti-la ficar elástica após fazer isso por uns 5 minutos.
  • Adicione a manteiga (já derretida e em temperatura ambiente) aos poucos. Amasse até que a massa fique macia e lisa.
  • Coloque a massa em uma tigela levemente enfarinhada e cubra com um pano.
  • Deixe a massa descansar em um lugar morno até que seu tamanho dobre (1 – 1 ½ hora dependendo da temperatura ambiente).
  • Pré-aqueça o forno a 220°C.
  • Retire a massa da tigela, tocando levemente.
  • Corte a massa em 16 pedaços e enrole cada um deles (exceto o que você irá usar para as orelhas) em uma bola.
  • Coloque-as em uma forma untada com papel manteiga.
  • Faça pequenas bolas para as orelhas e cole em cada bola com um pouco de água.
  • Os ursos estão montados! Agora deixe descansar por 15 minutos (irão crescer mais um pouco) .
  • Asse por cerca de 13 minutos, até dourar.
  • Deixe os pães esfriar, desenhe os olhos e o nariz com gotas de chocolate, sementes ou o que preferir.
  • Sirva dentro de uma caneca, com os olhos olhando pra fora! Fica uma graça ;)

blog_2

Deixar um comentário

Como evitar o xixi na cama

Seu filho está fazendo xixi na cama? Algum escape durante a noite pode ser bastante comum, principalmente por volta dos dois ou três anos de idade, fase em que a criança começa a deixar as fraldas definitivamente. Durante esse período de transição, a criança ainda está acostumada a liberar o xixi involuntariamente à noite, e mesmo que já consiga controlar a micção durante o período do dia, o xixi na cama acaba ocorrendo.

Contudo, a partir dos quatro ou cinco anos de idade, quando a criança já tem total capacidade de controlar o próprio xixi, é que as escapadas durante a noite começam a merecer uma atenção especial. Quando elas se tornam mais frequentes, pode ser que o baixinho esteja com uma disfunção chamada “enurese noturna”, que consiste na perda involuntária da urina durante o sono. Suas causas são variadas, desde desequilíbrios na produção do hormônio antidiurético, até fatores emocionais, como ansiedade ou insegurança.

10

Em todos os casos, o primeiro remédio será a paciência. Durante o desfralde, é bom colocar um despertador para acordar o pequeno em horários fixos durante a madrugada para fazer o xixi, mesmo que isso renda algum protesto ou choro. O ideal é ir tornando os horários cada vez mais espaçados: de três em três horas, depois de quatro em quatro, cinco em cinco, até não precisar mais.

Fazer pequenas adequações na rotina da criança também vale. Evite oferecer líquidos à noite antes de dormir e peça para a criança ir ao banheiro pelo menos três vezes entre a hora do jantar e a hora de ir para a cama. Outra alternativa é o chamado “tratamento vesical”, que consiste em oferecer uma quantidade maior de líquidos durante o dia para a criança treinar a sua bexiga a segurar o xixi por mais tempo.

11

Como o processo demanda algum tempo para surtir efeito, é bom não brigar com a criança quando acontecer algum escape eventual. Como se trata de um reflexo involuntário, a criança não tem culpa pelo xixi e reprimi-la pode deixá-la ainda mais ansiosa e agravar a situação.

O ideal é sempre optar pelo reforço positivo. Fazer um calendário semanal e colar adesivos com carinha sorridente para os dias secos pode ser um grande incentivo para a criança observar a sua evolução concretamente. Dar alguns brindes de pequeno valor também é válido. E, claro, nada de ceder à vontade de voltar a usar a fralda durante a noite. Regredir, jamais!

Se, mesmo assim, os escapes durante a noite não diminuírem, é importante recorrer à ajuda de um profissional, um pediatra ou médico urologista.

Deixar um comentário

Ideias de decoração para quarto compartilhado entre irmão e irmã

O quarto dividido entre irmãos de sexos diferentes está deixando de ser um tabu, seja por opção deliberada do papai e da mamãe ou por uma questão de necessidade.

Mesmo assim, dá pra transformar esse cantinho em um lugar lindo e prazeroso para ambos. Para tanto, é importante que cada um tenha o seu cantinho particular onde possa expressar a sua identidade e gostos com um pouco de privacidade. Vamos compartilhar algumas ideias de decoração para você se inspirar e colocar cada um no seu canto com muita criatividade. Confira:

21 9 10 11
13 15 16 17 18O quarto compartilhado pode ser uma ótima chance para estreitar o relacionamento entre os irmãos e promover conversas, trocas e brincadeiras em conjunto. Aposte nessas ideias!

Deixar um comentário

Volta às aulas: como ajudar a criança a acordar cedo

Depois de muita folga e diversão, as férias de fim de ano estão terminando! É tempo de organizar os materiais escolares, definir horários, compromissos e reajustar o reloginho da criançada para voltar à rotina da escola. No início, pode ser um pouco difícil para a criança acordar mais cedo. Porém, com um pouco de paciência e algumas dicas, é possível tornar o apito dos despertadores menos doloroso.

sono

A primeira recomendação é adiantar o horário de ir para a cama, pois quem dorme cedo, acorda mais cedo. Crianças em idade escolar precisam, em média, de 11 a 12 horas de sono, bem mais que os adultos. Além de garantir mais disposição na hora de acordar, uma boa bem dormida ajuda na concentração durante as aulas e ainda estimula hormônios do crescimento que só agem quando estão dormindo.

sono3

Estabelecer uma rotina também ajuda bastante. Um banho tranquilo, um leite quentinho, uma boa história, ou até o embalo de uma música calma: cada um pode escolher uma atividade para fazer antes do sono. Isso irá ajudar a criança a criar um hábito, a aliviar a sua ansiedade e criar um senso de responsabilidade desde cedo.

Contador de historia

Também é bom explicar a importância de uma noite bem dormida para seu filho. Diga a ele as vantagens do sono para a sua saúde, como ele o torna mais forte e ajuda a ter pique para brincar mais com os amigos.

Outra dica é deixar as cortinas bem abertas para permitir que a luminosidade do dia entre no quarto assim que amanhecer. Dessa forma, o relógio biológico da criança vai entrando em sintonia com o aparecer do sol e já não acorda mais no susto, atrasada. Faz bem para as crianças ter um despertar tranquilo, aos poucos, no tempo deles. Aproveite para enchê-las de carinho e beijos logo pela manhã!

sono2

Deixar um comentário