Mulher

5 lições que aprendemos sendo mães

Para algumas de nós, os primeiros momentos da maternidade podem ser bastante assustadores e cercados por dúvida e temores. Ao longo desta trajetória tão bonita e tão amorosa, aprendemos muitas lições e agora gostaríamos de compartilhar algumas delas: 

 

1. Você não precisa ser perfeita

A ideia de mãe perfeita é, antes de tudo, muito cruel com a gente. Se preocupar com temperatura, alimentação, bem estar, humor, roupinhas, educação e tudo aquilo que cerca a vida dos pequenos, sem esquecer de nós mesmas, é uma tarefa muito difícil. Então, ser perfeita está totalmente riscado da lista, eu quero é ser a melhor mãe que eu puder ser e tenho certeza que estou fazendo um bom trabalho.

 

2. Não nascemos mães, nos tornamos mães

Se tornar mãe é um processo, um caminho de descobertas, sensação e, claro, muito amor. Assim como a perfeição, a obrigação de termos de saber tudo o tempo todo porque “nascemos mães“ não é uma perspectiva real. Se tornar mãe é lindo, não precisamos nos pressionar.

 

3. Respire fundo

Eu sei que às vezes é difícil, o dia parece um caos, algumas coisas não dão certo… Mas calma, respira fundo, conta até 10 e tenha a certeza que tudo vai dar certo. Sabe por quê? Porque com todas nós é assim e todas temos dias que… Nossa, faltam palavras para descrever a irritação. Mas respira, olha para o seu pequeno e tenha a certeza que tudo vai dar certo, é só ter calma. 

 

4. Seja você

Cada uma de nós tem nosso próprio jeito de fazer as coisas, o nosso jeito de pensar e o nosso jeito de ser. Não existe um tipo de mãe e, para ser honesta, não sei nem se existem “tipos“. Existem… mães e ponto final! (Sim, foi uma exclamação, eu sei, mas você entendeu a ideia). Se aceite do seu jeito, aceite seu corpo, viva e seja única e exclusivamente você mesma. Sabe por quê? Bom, eu tenho vários, mas vou te dar dois. O primeiro porquê é que não há nada melhor do que viver a sua própria vida, andar de cabeça erguida e de peito aberto para a felicidade. Segundo, olhe para o seu pequenininho. Olhe mesmo, olhe de perto, olhe no fundo dos olhos dele. Ele te ama do jeitinho que você é e você é a grande referência para este ser humaninho tão lindo. Não tem como competir com isso. 

 

5. Gratidão é tudo de bom!

É hora de ser feliz! Ser mãe é uma loucura, um corre-corre, um ”caos organizado”, uma… Coisa maravilhosa que todo dia te ensina lições que de jeito nenhum, nunquinha na vida, você teria. Você é uma mulher única, incrível e a gente ama você do jeito que você é. Por isso, gratidão é tudo de bom!

Deixar um comentário

Semana do Bebê

Entre os dias 4 e 10 de novembro, nove municípios brasileiros aderem  à Semana do Bebê. A ação é uma estratégia  de mobilização social que evidencia a primeira infância, chamando a atenção da comunidade e poder público para o direito de sobrevivência e desenvolvimento de crianças até 6 anos.

Primeira infância é o nome dado aos primeiros anos de vida, que são considerados extremamente importantes para o desenvolvimento. O  potencial cognitivo é formado nessa época da vida, e tem forte influência no que a criança poderá ser no futuro.

Lovely-Baby

O evento conta com oficinas para gestantes, pais, crianças e adolescentes, seminários e palestras para profissionais da saúde e sessões de cinema com debate, com o tema  “Todos juntos pela primeira infância”.

Cada cidade que participa do projeto contribui com o “Compromisso com a sobrevivência infantil: uma promessa renovada”, que acelera os esforços de diminuir o índice de mortalidade infantil.

Em 2013 a campanha passou a integrar o Programa Infância Ideal, que cobra melhorias do poder público.

Origem

Há 13 anos a Semana do Bebê é realizada, e os primeiros passos aconteceram em Canela, no Rio Grande do Sul. Desde então, é feita anualmente.  A mobilização já ultrapassou a fronteira do Brasil, chegando a Portugal, Argentina e Uruguai.

Os municípios que participam da campanha em 2013 são: Apiaí (SP), Itaoca (SP), Jacareí (SP), Cubatão (SP), Ijaci (MG), Pedro Leopoldo (MG), Santana do Paraíso (MG), Cabo de Santo Agostinho (PE) e Fortaleza (CE).

Se você mora em uma dessas cidades, veja o calendário de eventos de ações no site do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e participe!

 

 

 

2 comentários

Moda: O look ideal para cada idade

Todas as mulheres sabem que idade é uma questão relativa. Mas independente de quantos anos se tem, é fundamental sempre usar o bom senso. Depois de certa idade algumas coisas já não ficam tão bem e podem acabar desleixando o visual.
Confiram algumas dicas para não cometer nenhum deslize:

Dos 20 aos 30 anos: aproveite e abuse dos vestidos mais curtos e justos (quem está acima do peso deve evitar), cintos com tachas e botas com salto alto. Prefira roupas coloridas e deixe o bege e o marrom de lado. As bolsas ideais para esta faixa etária são as pequenas a tiracolo.


Dos 30 aos 40 anos: Opte por calças de alfaiataria com corte reto, jamais use barriga de fora ou jeans com cós baixo. A mini saia já pode ser aposentada. Prefira as bolsas de tamanho médio.

Dos 40 aos 50 anos: Prefira saias de comprimento midi (abaixo dos joelhos) com salto para não achar a silhueta. Saias de babado e microvestidos não devem mais fazer parte do guarda roupa de quem tem esta faixa etária. Pode abusar da bolsa carteira de tamanho grande.


A partir dos 50 anos: prefira se vestir com sobriedade. Use cores, mas não todas ao mesmo tempo. Tailleur ou terninho caem muito bem. Pode abusar das echarpes, lenços e camisas. Prefira bolsa de corrente com ou sem alça.

Antes de qualquer coisa, lembre-se: Cada idade tem sua beleza e deve ser aproveitada ao máximo! ;)

2 comentários

Dica de estilo: Moda para quem tem seios grandes

Escolher o tipo adequado de roupa que disfarce o volume na região do busto é sempre um problema para quem tem seios grandes. Mas, com essas dicas que trouxemos, tudo vai ficar mais fácil! O segredo é disfarçar o volume e equilibrar a proporção do look. Confira:

  • Use blazer aberto.
  • Invista em sutiãs de sustentação de boa qualidade.
  • Use blusas e vestidos transpassados, eles dividem o busto e afinam a cintura.
  • Não use blusas de alça fina.
  • Não use blusas sem decote. Os decotes em V e/ou U destacam o colo e quebram o volume.
  • Use colares mais curtos. Isso evita chamar a atenção para a área do busto.
  • Use saias e vestidos na altura dos joelhos para valorizar as pernas.
  • Marque a cintura, isso ajuda a disfarçar o volume.
  • Evite manga comprida, principalmente de camisas. Quando usá-las arregace ou dobre as mangas na altura do cotovelo.
  • Não use casacos curtos, prefira os acinturados de comprimento até o quadril.
  • Equilibre a proporção usando calças com boca mais larga.

Simples, não é mesmo? Agora que você já leu nossas valiosas dicas, se jogue nas tendências sem medo!

Fonte.

Deixar um comentário

Ideias para decorar a mesa de jantar para o dia dos namorados

E o dia mais romântico do ano chegou! Para comemorar esta data, muitos casais optam por fazer um jantar especial em casa. Uma comidinha bem preparada, acompanhada de uma mesa toda decorada com detalhes especiais, é a receita certa para uma noite inesquecível. E nós trouxemos algumas imagens para inspirar você na composição deste momento tão especial. ;)

 

Olha que ideia fofa e super simples! Pequenos vasinhos com flores foram organizados no centro da mesa, formando um coração. As velas ao meio não podem faltar.

 


Velas e pétalas de rosas espalhadas pela mesa são tradicionais e sempre combinam com o romantismo. Use a criatividade!

 

Pratos com formatos e estampas especiais também fazem parte de uma composição cheia de amor!

 

Simples detalhes nas velas fazem toda a diferença.

 

Enfeites para o centro da mesa, diferentes e feitos em casa, são boas ideias para complementar a decoração.

3 comentários