Natureza

3 atividades para as crianças amarem a natureza

Para mim, ver os pequenos aprendendo novas coisas a cada dia é um dos meus melhores momentos. Sempre curiosos e cheios de perguntas na ponta da língua, é na hora deles aprenderem que a gente busca os mais variados assuntos para ensinar. Afinal, estamos preparando eles para o mundo (mas a gente bem que queria estar preparando eles para nunca crescerem, né?). E já que hoje comemoramos o Dia Internacional do Meio Ambiente, separamos 4 dicas super divertidas para ensinar as crianças a amarem a natureza e o nosso planeta.

 

Caderno de folhas

Você vai precisar: Caderno pequeno, cola branca ou fita adesiva e folhas, muitas folhas.

 

A ideia aqui é criar um pequeno catálogo de folhas com os pequenos. Assim, basta sair para um passei pelo parque ou pelas redondezas para coletar o máximo de folhas possíveis e de tipos diferentes umas das outras. Depois de tudo colhido, em casa basta ir colando com eles no caderno e conversando sobre o que eles acharam da atividade. O passeio em si já é uma ótima oportunidade para se divertir com as crianças, e aliado ao fato deles estarem aprendendo mais sobre a natureza vale ouro. Além, é claro, deles poderem ir colando mais folhas às paginas e no fim vocês terão um catálogo lindo que serve, inclusive, de recordação.

 

Trilha

Você vai precisar: Encontrar uma trilha muito segura e curtinha na sua cidade, um dia ensolarado, repelente, protetor solar, água e lanchinhos.

 

Levar os pequenos por trilhas é uma ótima forma de fazê-los perceber a natureza com outros olhos. Estarem ali, entre a vegetação, dá a eles (e a nós) uma perspectiva diferente da natureza, especialmente porque ela é cheia de detalhes, plantas e bichinhos para os pequenos conhecerem. Claro, existem cuidados fundamentais que precisam ser abordados neste tipo de atividade. Em primeiro lugar é preciso encontrar uma trilha super segura, sinalizada e curta para poder ser feita pelas crianças que podem se cansar no trajeto. Além disto, itens como repelente, bonés e viseira, protetor solar e tudo o que o seu pequeno precisar para ter uma experiência encantadora com a natureza sem problemas. E, claro, lanchinhos leves, como frutas, e água são muito bem vindos.

 

Plantar uma sementinha

Você vai precisar: Algodão, semente de alguma plantinha que desejar, vaso, terra e paciência.

 

Ver uma sementinha, dia após dia, é uma experiência cheia de encanto para o seu pequeno que, pouco a pouco, vai descobrindo as maravilhas da natureza. Vocês, mamãe e papai, não precisam saber de tudo, não viu?! Dica de amiga: Uma pesquisa rapidinha no Google mostra todas as informações da sua plantinha, qual o tamanho que ela fica, se precisa de muito ou de pouco sol, quantas vezes precisa ser irrigada… Então, sem preocupações e com alegria! Esta atividade, além da natureza, pode ajudar o seu pequeno entender como ele mesmo está crescendo igual à plantinha, pouquinho a pouquinho.

Além desta atividades, existem várias outras que são super interessantes para o aprendizado das crianças. Você pode optar por arvorismo, camping, museu de ecologia, zoológico e muitas outras possibilidades. E na sua casa, qual é a atividade favorita do pequeno por aí?

Deixar um comentário

Corujas de bolotas

Você sabe o que são as bolotas? Os frutos do carvalho e do azinheiro. Elas servem de alimento para porcos, esquilos e a outros animais.

As bolotas também são usadas em algumas receitas, especialmente na culinária portuguesa. Mas não é só para isso que elas servem não! Você pode usá-las para criar brinquedos também!

Acorn-Owls

Estas corujinhas de bolotas são uma graça. Por serem pequenininhas, cabem na sua bolsa e podem ser muito úteis na hora de proporcionar diversão no carro, num restaurante, em qualquer lugar.

O que você vai precisar:

–        Bolotas;
–        Pedaços de feltro (ou papel colorido);
–        Cola e pincel;
–        Tesoura sem ponta.

*Lembrando que é sempre importante que a criança seja orientada por um adulto.

acorn-owls-2

Passo 1: Recorte os olhos, bico e asas do feltro ou papel.

Passo 2: Cole as partes do corpo da corujinha na bolota.

Passo 3: Faça um galho, folhas e flores para completar a diversão. Deixe a criatividade fluir!

Você pode tentar outros bichinhos, como gatos, cachorros, coelhos, porquinhos e muitos mais!

*

Por falar em natureza, já conferiu o lookbook da coleção Inverno 2015 da Elian? Clique aqui e embarque conosco em uma aventura na floresta.

Deixar um comentário

Ensine seu filho a reutilizar a água

shutterstock_107065001

Nossa vida depende da água para diversas tarefas do dia a dia, como lavar a louça, dar banho nos cachorros e etc., sem contar que precisamos dela para nossa hidratação e higiene.

A água é importantíssima e temos que ensinar o valor dela aos nossos filhos desde cedo.
Mostre que economizá-la é fácil e que, se todos fizermos a nossa parte, preservaremos um bem que é fundamental para todos nós.

Ensine seu filho que para beber, cozinhar, lavar as mãos e tomar banho precisamos de água potável (limpa), mas já para lavar o chão, o carro, regar as plantas e dar descarga no vaso sanitário, podemos reutilizá-la.

A água recolhida na bacia ou banheira depois do banho pode ser aproveitada para jogar no vaso sanitário, assim como é possível colocar um recipiente também dentro da pia do banheiro para recolher a água da lavagem das mãos e escovação dos dentes para dar a descarga.

Da mesma forma, se a água resultante da lavagem de pratos e do enxágue de roupas for recolhida, poderá ser reutilizada para regar plantas ou lavar o chão.

No caso da rega de áreas verdes, uma dica importante é usar produtos de limpeza menos poluentes, como o sabão de coco, para que não prejudique as plantas.

Mostre que pequenas atitudes são muito importantes para garantir água para o futuro. E não esqueça: Dê o exemplo!

Deixar um comentário

Coelhos anões

Uma dica: tem olhos vermelhos, pelo branquinho e pula bem alto, quem é? Quem é?

O coelhinho!

cute-rabbit

Tá certo que nem todos os coelhos têm olhos vermelhos, pelos branquinhos e orelhas bem grandes, mas nem por isso deixam de ser fofinhos!

Dentre as muitas raças, uma em especial ganhou bastante fama ultimamente: são os chamados coelhos anões. Eles chegam a ser 4x menores que os normais e por isso não precisam de muito espaço. São carinhosos, silenciosos e fazem as necessidades normalmente no mesmo lugar. Além disso, se ensinados, podem até passear na guia.

São excelentes animais para crianças e idosos e seu custo é baixo. Não precisam de banho frequente nem tosa, e podem viver soltos dentro de casa.

Mas é preciso lembrar que eles são roedores, por isso tome cuidado com fios, móveis e tapetes. Deixe sempre alguma coisa para o seu coelhinho brincar e, se ele ficar na gaiola, separe pelo menos umas 2 horas por dia para que ele se exercite.

 

Deixar um comentário

Espécie da semana: pinheiro

Single red bauble hanging on a Christmas tree

Ao escolher a decoração de Natal, muitas famílias optam pelo pinheiro natural, com o objetivo de utilizá-lo por vários anos. Mas ao contrário das opções artificiais, as árvores de verdade exigem alguns cuidados, como sol, ventilação, água, recipiente adequado e solo fértil.

Os pinheiros precisam de ambientes arejados e iluminados naturalmente, e de água em pequenas porções. Para acertar a medida, toque o solo e veja se está úmido. Se estiver seco, regue mais, mas não deixe encharcar.

Os enfeites também precisam seguir as características da planta. Bolas de Natal, lacinhos e outros adereços não podem ser muito pesados para evitar danos aos galhos, e o pisca-pisca deve ter luz fria.

Passadas as comemorações, é possível manter a planta em vaso, sempre mudando-a para recipientes proporcionais ao tamanho, ou plantá-la no jardim. Se ela possuir um solo cheio de nutrientes e for bem cuidada, sobreviverá por muitos anos.

Deixar um comentário