Mesada: sim ou não?

Chega uma certa idade que as crianças começam a querer ter seu próprio dinheiro, a sair sem os pais e serem mais independentes. Nessa época, é muito comum que elas comecem a receber a chamada mesada, aquele dinheiro fixo todo mês. Mas afinal, essa prática é boa? Eles aprendem mesmo com ela?

 

Quando começar

A maioria dos pais costuma esperar os filhos ficarem um pouco mais grandinhos, perto dos 7 anos, pra começar a dar mesada. Alguns começam antes. O mais indicado pelos especialistas é a época em que os pequenos começam a aprender os números.

 

Como fazer

O ideal é que no início, a criança receba o dinheiro semanalmente e de acordo com a idade – R$ 6,00 pra crianças de 6 anos, por exemplo. Assim que ele adquirir mais independência, deve-se passar para o mensal.

 

A conversa é muito importante durante todo esse processo. Estabeleça o valor da mesada junto com eles, baseado na rotina das crianças. O mais importante é que eles entendam que, se não cuidarem bem do dinheiro, vai faltar no fim do mês. Sempre que der, estimule-os a economizar e mostre que guardar vale a pena.

 

Com os menores

Se você quiser começar a dar mesada pro seu filho quando ele for menor, os porquinhos de moedas são uma ótima opção. Mesmo sem saber direito o valor dos números, ele começa a entender o conceito de economizar e de compra e venda.

 

É normal que os mais novos questionem a mesada dos mais velhos, querendo saber por que ganham menos. Hora pra uma boa conversa mais uma vez: explique que os irmãos mais velhos têm mais responsabilidades e que logo logo, quando o pequeninho crescer, também vai ganhar mais.

 

E se eu não quiser dar mesada?

A decisão de dar mesada depende da realidade de cada família. Algumas acreditam que é errado, que passa aos filhos a mensagem errada de que “sempre vai haver dinheiro mesmo sem fazer nada” e preferem ir liberando dinheiro aos poucos, sempre que eles precisam.

 

Se esse for o seu caso, pode ficar tranquilo. Existem outras formas de educar as crianças sobre o papel do dinheiro. Você deve seguir o que achar e sempre, sempre conversar muito com elas sobre o assunto.

Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *