ideias

3 brincadeiras do passado para ajudar no desenvolvimento do seu filho

 

Lembrar da infância é sempre ótimo e brincar com os amigos era tudo de bom, né mamãe? Muitas das brincadeiras de antigamente quase nem são lembradas hoje… Mas por pouco tempo! Reunimos algumas das brincadeiras mais divertidas de tempos atrás para a criançada de hoje se desenvolver brincando.

 

Amarelinha

O que é? 

Uma brincadeira de pular sobre quadradinhos no chão.

 

A melhor parte! 

Amarelinha é uma brincadeira fácil de recriar em casa, pode ser jogado em mais de uma criança, o que estimula a socialização e, além de tudo, precisa que a criança se concentre e trabalhe seu equilíbrio enquanto pula.

 

Como fazer em casa?

Originalmente se riscava com giz de quadro no chão, mas para evitar sujeira no chão no sala basta marcar os quadradinhos no chão usando fita crepe ou até mesmo uma fita coloridinha e deixar a garotada se divertir.

 

 

Bambolê

O que é?

Se coloca um círculo de plástico na altura da cintura e se movimenta o corpo para manter o bambolê girando. Quanto mais se mexer, mais o bambolê ficará girando.

 

A melhor parte!

Esta atividade exige coordenação e estimula que a criança conheça a si mesma e vá aprendendo a movimentar apenas as partes do corpo necessárias para a brincadeira. Ah, e claro, mantém a criançada em movimento.

 

Como fazer em casa?

Você precisará apenas de um bambolê e muita energia.

 

Jogo da memória

O que é?

Fichinhas com figuras são espalhadas viradas para baixo. Duas fichas são escolhidas e uma ficha de cada vez é virada e a figura revelada. Ganha quem conseguir formar mais duplinhas entre as fichas.

 

A melhor parte!

Além de super divertida, a brincadeira faz os pequenos trabalharem a memória ao tentarem lembrar onde está a figura idêntica.

 

Como fazer em casa?

Você pode fazer um jogo da memória personalizado. Basta desenhar formas iguais em quadradinhos de papel ou mesmo imprimir duplinhas de fotos iguais.

 

Gostou? Então agora é só ensinar a criançada e deixar que eles aprendam brincando. E claro, vale o aviso que toda brincadeira precisa ser observada pelos adultos para garantir a segurança dos nossos pequenos. 

Boa diversão!

Deixar um comentário

3 ideias para organizar as bijuterias

Nada como encontrar tudo facilmente no dia a dia, não é mesmo?! E na hora de escolher as bijus que irão completar o look isso não pode ser diferente. Encontrar uma forma fácil, baratinha e bonita de organizar uma infinidade de colares, brincos e pulseiras não é tarefa fácil. Confira três ideias que utilizam materiais inusitados e que vão ajudar a inspirar um organizador diferente.

Pranchetas

Organizador bijuterias Pranchetas

Quem diria que as velhas e boas pranchetas teria esta utilidade? Alinhadas na parede, com a ajuda de um tecido furadinho que permite pendurar brincos e alfinetes, elas se tornam grandes aliadas da organização.

Molduras

Organizador bijuterias Molduras

Molduras também podem ganhar nova utilidade se trabalhadas da maneira correta. Lixa, tinta e algumas rendas ou galhinhos transformam tudo em um lindo e prático organizador.

Louças vintage

Organizador bijuterias louça vintage

Veja que charmosa essa ideia, onde louças retrô cheias de estilo são utilizadas dentro das gavetas. Está na hora de consultar o armário da vovó! ;)

Fonte.

1 comentário

Faça você mesma: Aromatizador de ambientes

Nada melhor que entrar em casa e sentir aquela agradável sensação proporcionada pelo cheiro da sua essência predileta. Além de bem-estar, essa atmosfera influencia diretamente na saúde física. A “ciência dos cheiros” tem até nome, é a aromaterapia. O bom nessa história é que você mesma pode fazer o seu aromatizador.

A equipe do site Bicha Fêmea dá um passo a passo bem simples. Confira!

Você vai precisar de:
1 garrafa de vidro (reaproveite a embalagem)
Água mineral
Álcool de cereais (encontrado em empórios naturais)
20ml de essência da sua preferência (também encontrado em empórios)
Palitos de churrasco (corte as pontinhas)

Mãos à obra:
Lave bem o vidro. Certifique-se de que não resta nenhum resíduo no recipiente. Misture os ingredientes nas seguintes proporções: 100ml de água mineral + 100ml de álcool + 1 essência de 10ml + 8 palitinhos de churrasco. E pronto! Na hora de enfeitar, use e abuse da sua criatividade.

2 comentários

Receitas: Aproveitamento de sobras

Quantas vezes você já teve que jogar sobras de alimentos no lixo? A prática não é saudável para o bolso e nem para o meio ambiente. Se o seu problema era a falta de ideias sobre o que fazer com elas, selecionamos receitas práticas para não desperdiçar alimentos. Confira!

Bolinho de arroz

Ingredientes:
Sobra de arroz cozido
Leite, o suficiente para dar volume a massa
2 colheres (sopa) de queijo
Sal, pimenta, salsa, cebolinha a gosto
1 ovo
1 colher de chá de fermento de bolo
1/2 xícara de farinha de trigo

Modo de preparo:
Bata no liquidificador o arroz com o leite, o ovo e o queijo. Misture os outros ingredientes e mexa bem. Coloque a massa a colheradas em óleo bem quente. Deixe dourar, retire e coloque em papel absorvente. Sirva quente.

Picadinho à jardineira

Ingredientes:
150 g de sobras de carne assada ou cozida
20 g de cebola
½ dente de alho
10 ml de azeite
50 g de cenoura cortada em cubos pequenos
35 g de vagem cortada em pequenos pedaços
200 ml de caldo de carne
50 g de extrato de tomate
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Refogue a carne no azeite, acrescente a cebola e o alho até dourar. Adicione os legumes, o sal e a pimenta e doure mais um pouco. Coloque o caldo de carne e o extrato de tomate e cozinhe até a carne ficar bem macia.

Dica: Você pode substituir as verduras e legumes por outros da sua preferência

Frango Cremoso

Ingredientes:
1/2 quilo de frango desossado (pode ser qualquer parte do frango que sobrou)
1 lata de milho verde
3 cenouras cortadas em cubinhos
1 copo de requeijão
queijo ralado a gosto

Modo de preparo:
Desfie o frango e forre o fundo de uma forma com ele. Depois coloque o milho e as cenouras. Por último, adicione o requeijão e polvilhe o queijo ralado. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por 30 minutos. O prato pode ser servido com arroz branco.

1 comentário

Decoração: Móveis antigos

A grande maioria das famílias tem aquele móvel que passa de geração para geração e acaba tendo um valor inestimável. Saiba que apesar do tempo, eles podem continuar sendo atuais conferindo um ar de requinte a sua decoração. Ah! E se quiser dar uma “cara nova” ao item, recorra a um bom restaurador. No mercado existem profissionais especializados em “renovar o passado” sem tirar suas características únicas. Agora, viaje no tempo com nossa seleção.

Berço

Essa peça foi pintada à mão e, com certeza, embalou o sono de muitas crianças da mesma família. Fonte.

Sofá

Na opinião do arquiteto Antônio Ferreira Júnior: “Clássico é tudo que perdura com o passar dos tempos e continua sendo atual”. No caso desse sofá, sua beleza parece ser imortal. O item está presente no site. Lá você ainda tem o “bônus” de um vídeo do profissional ensinando a garantir boas peças em uma feira de antiguidade. Vale conferir!

Mesinha “moderna”?

Aqui, o passado foi “repaginado” graças às habilidosas mãos de um restaurador. O móvel ganhou um ar mais clean e moderno. Veja outros itens restaurados.

Um pedaço da história

Nesta inteligente composição, diferentes objetos foram colocados juntos em um espaço de uma sala bem moderna. A primeira vista pode parecer que eles não “conversam” entre si, mas todos têm um passado em comum. Fizeram história e conquistaram o seu lugar na atualidade.

Deixar um comentário